Blog

Quando a ansiedade se torna um problema?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (2017) o Brasil é o País com maior taxa de pessoas que sofrem de Transtorno de ansiedade, devido ao cenário econômico, pobreza, desemprego e principalmente ao estilo de vida das grandes cidades.

Pois bem, se a ansiedade é algo em que você precisa estar preparado para o que possa acontecer, é melhor você ser pego prevenido ou desprevenido?  Acredito que prevenido. Pensando nesta perspectiva, a ansiedade não me parece tão ruim, mas infelizmente nos tempos de hoje tendemos a dar mais importância nas coisas que ainda não aconteceram.

 

Mas quando a ansiedade pode começar a preocupar?

Eu digo que é sempre quando foge do controle e o indivíduo começa a sofrer interferências físicas, nas quais são incontroláveis.

 

Sintomas da ansiedade, segundo DSM V

  • Preocupação excessiva na maior parte do tempo, ocorrendo a maioria dos dias, por pelo menos 6 meses.
  • O individuo considera difícil de controlar a preocupação.
  • Ansiedade e preocupação estão associados no mínimo a 3 sintomas físicos abaixo:
  1. Inquietação ou sensação de estar com os nervos à flor da pele.
  2. Fatigabilidade
  3. Dificuldade em concentrar-se ou sensação de branco na mente.
  4. Irritabilidade
  5. Tensão muscular.
  6. Perturbação do sono (dificuldade em conciliar ou manter o sono, ou sono insatisfatório e inquieto).
  • A ansiedade, a preocupação ou os sintomas físicos causam sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social, profissional ou em outras áreas importantes da vida .
  • A perturbação não se deve aos efeitos fisiológicos de uma substância (droga ou abuso de medicamentos).

 

Consequência de quem sofre de ansiedade e não trata

A preocupação excessiva prejudica a capacidade do individuo de fazer as coisas de forma rápida e eficiente, seja em casa, seja no trabalho. A preocupação toma tempo e energia; os sintomas associados de tensão muscular e sensação de estar com os nervos à flor da pele, cansaço, dificuldade em concentrar-se e perturbação do sono contribuem para o prejuízo. A preocupação excessiva pode prejudicar de forma importante a capacidade desses indivíduos de incentivar o sentimento de confiança em seus filhos.

 

Tratamento com Terapia

A terapia EMDR (Reprocessamento Cerebral) pode lhe ajudar a ressignificar os sintomas da ansiedade.

O EMDR auxilia o seu cérebro a processar as lembranças negativas, causadoras da ansiedade, transformando e recuperando lembranças positivas. Tais lembranças não são apagadas você convive com elas, porém, não lhe incomoda mais, a impressão é de ter ficado lá atrás, com isso os sintomas da ansiedade tende a diminuir.

Depois do tratamento quando você se deparar com o mesmo estímulo que antes causava ansiedade e sofrimento, seu corpo e mente não reage mais como antes.

 



Sobre a Autora

Terapeuta em EMDR, Brainspotting. Especialista em Trauma, medos, pânico, depressão, ansiedade e etc. Neurocientista Universidade Estadual de Londrina - UEL Avenida Santos Dumont, 3472 Sala 203 Edifício Bandeirantes (44)9.9951-9465
Agendar sessão aqui.