Camila

Mesmo cursando psicologia eu não conseguia imaginar a força que a terapia poderia realizar ou causar em mim. MInha principal queixa era a vergonha ou o medo de falar e de valorizar a minha fala. Não conseguia participar de rodas de conversa, não conseguia dar minha opinião, não conseguia me expressar sem sentir vergonha, sempre me auto flagelava quando não conseguia dar uma opinião ou me expressar em público. Existia uma angústia nisso, que me desprezava e foi na terapia que me livrei, e passei a me abir e a falar naturalmente. Culpa ou desprezo por ter falado ou deixado de falar não me dominam mais. Me sinto mais leve e mais segura independente das aprovações (sociais). Agradeço todo profissionalismo e carinho da Mônica Menequelli. E quanto mais mudança você deseja ter, mais livre se tornará.

Posted in .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *