Relacionamento

Conheci a Monica através de uma amiga, a Vanessa, que me indicou ela. Isso foi em novembro de 2018. Antes disso a Vanessa já havia pedido pra procurar a Monica pois era muito perceptível minha expressão de tristeza, mas decidi ir quando realmente percebi meu mundo estava desmoronando. 2018 foi o pior ano que eu vivi, já fazia muito tempo que estava tendo problemas no meu casamento, mas aquele ano foi o pior. Fui casada por 14 anos e nos últimos anos comecei sofrer violência domestica, mas não pensava que era isso, acreditava que as discussões constantes eram por minha culpa, ate que meu ex marido começou a me agredir fisicamente em 2018. Eu sempre esperava que aquilo tudo fosse passar e que era somente uma fase, mas eu já estava muito mal emocionalmente. Em setembro daquele mesmo ano uma pessoa da minha equipe foi diagnosticada com Leucemia. Quando eu era criança uma prima minha morreu por causa dessa doença, então eu fiquei em estado de choque quando percebi que poderia perder minha companheira de trabalho, eu só chorava. Isso junto com outros problemas que já vinha tendo foi o fim pra mim. Estava em constante defensiva e sentia medo, sentia que era uma pessoa desprezível e que ninguém gostava de mim, me sentia culpada e responsável por todas as coisas ruins que aconteciam. Quando procurei a Monica pedi pra ela me ajudar porque não queria mais me sentir este tipo de pessoa, inclusive como acreditava que os problemas no meu casamento eram por minha culpa, então queria recuperar meu casamento. Um mês depois que iniciei o tratamento com a Monica, aconteceu algo muito ruim envolvendo meu pai, e eu precisei de apoio do meu marido para lidar com aquela situação, mas ele foi surpreendentemente pior do que eu era capaz de imaginar. O tratamento me ajudou a perceber o quanto fui vitima de violência domestica e o quanto pessoas toxicas são capazes de manipular qualquer situação para nos diminuir, nos controlar e nos fazer mal, tomei muitas decisões que foram necessárias e difíceis para minha melhora, inclusive minha separação, pois é impossível se curar no ambiente em que se adoeceu. Mas ainda não estava muito bem quando me separei, o tratamento havia começado fazia poucos meses e realmente foi um período muito difícil, cheguei a trabalhar mais de 10 horas em alguns dias para não ficar sozinha, pois a dor e o vazio que eu sentia era imenso. Mas escolhi me amar primeiro e cuidar de mim antes de qualquer outra pessoa. O tratamento com o EMDR me ajudou muito nesse aspecto e foi transformador no meu processo de cura. Não sou nem capaz de imaginar o quanto teria sido pior se eu não estivesse em tratamento. No inicio do tratamento eu chorava muito em todas as sessões, chegava ate a levar um rolo de papel higiênico porque já sabia que ia chorar bastante e me sentia desconfortável em usar todos os lenços da Monica. Também chorava em qualquer outro lugar, principalmente quando me perguntavam como eu estava, agora damos as risadas mais gostosas que conseguimos quando conto como foi minha semana e como lidei com cada situação. Tenho conhecido muitas pessoas maravilhosas e me reaproximado de velhos amigos, me sinto leve e tenho uma gratidão imensa pela dadiva que é viver. Não tenho palavras para expressar minha gratidão a Monica pelo seu trabalho, a Vanessa por ter insistido que eu a procurasse e a Deus por ter colocado esses dois anjos em minha vida!!

Posted in .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *